Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Destaques > Plenário > Francisca Ciza solicita implantação do Centro de Atendimento Psicossocial Infantil
Início do conteúdo da página

Francisca Ciza solicita implantação do Centro de Atendimento Psicossocial Infantil

Publicado em Quarta, 14 de Junho de 2017, 00h00 | Voltar à página anterior

“O município de Parauapebas tem um alto índice de crianças e adolescentes com transtornos mentais, fato este que causa sérios problemas sociais, financeiros e familiares”.

 

A afirmação foi feita pela vereadora Francisca Ciza (DEM) durante sessão da Câmara Municipal desta terça-feira (13). Na ocasião, a parlamentar apresentou a Indicação nº 177/2017, na qual solicita ao Poder Executivo a implantação de um Centro de Atendimento Psicossocial Infantil (Caps-I).

De acordo com o Ministério da Saúde, o Caps-I é voltado para o atendimento de crianças e adolescentes que apresentem prioritariamente intenso sofrimento psíquico decorrente de transtornos mentais graves e persistentes, incluindo aqueles relacionados ao uso de substâncias psicoativas, e outras situações clínicas que impossibilitem estabelecer laços sociais e realizar projetos de vida. É indicado para municípios ou regiões com população acima de 70 mil habitantes.

Francisca Ciza ressaltou que a falta de uma unidade para prestar atendimento específico voltado para esses pacientes e familiares gera inúmeras dificuldades para realizar tratamento adequado.

“Crianças e adolescentes acometidos com transtornos mentais severos e persistentes necessitam de acompanhamento clínico contínuo, de modo que assim seja possível promover a reinserção social destes pacientes, trabalhando também o fortalecimento do vínculo familiar e social. A implantação de um Caps-I na cidade possibilitará a prestação de atendimento clínico em regime de atenção diária, evitando as internações em hospitais psiquiátricos fora do município, procurando assim fortalecer os laços sociais dos pacientes em seu território”, enfatizou a vereadora.

A Indicação nº 177/2017 foi aprovada e será encaminhada para o prefeito Darci Lermen, com cópia para a Secretaria Municipal de Saúde.

Texto: Nayara Cristina / Revisão: Waldyr Silva / Foto: Anderson Souza / Ascomleg

Fim do conteúdo da página