Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Destaques > Plenário > Câmara volta a solicitar infraestrutura
Início do conteúdo da página

Câmara volta a solicitar infraestrutura

Publicado em Quarta, 11 de Outubro de 2017, 00h00 | Voltar à página anterior

Na sessão ordinária desta terça-feira (10), os vereadores apresentaram proposições a serem encaminhadas às secretarias municipais de Obras e de Urbanismo, nas quais solicitam modificações e melhorias na infraestrutura do município, para que a comunidade parauapebense tenha segurança durante o tráfego.

 

 

Asfalto e drenagem no Bela Vista II

Na Indicação nº 268/2017, a vereadora Joelma de Moura Leite (PSD) solicitou ao Executivo a realização de obras de pavimentação asfáltica, meio fio e drenagem nas ruas do Bairro Bela Vista II.

 

A vereadora explicou que desde a criação do bairro, em 2006, o local tem recebido pouco investimento em infraestrutura e urbanismo, o que tem gerado desconforto a cerca de 300 habitantes que residem na área.

 

A ausência de pavimentação asfáltica, drenagem e de galerias de águas pluviais faz com que a água da chuva provoque erosão nas ruas, provocando, em alguns casos, rompimento dos canos do sistema de abastecimento de água potável do bairro.

 

“É necessária a atuação do poder público para garantir aos moradores melhores condições de trafegabilidade, além de bem estar e acessibilidade”, destacou Joelma Leite.

 

Melhorias para Jardim América

Em seguida, a vereadora Eliene Soares (PMDB) apresentou a Indicação nº 269/2017, pedindo à administração municipal iluminação, pavimentação e recuperação asfáltica em todo o perímetro afetado do Bairro Jardim América.

 

Na indicação, a vereadora explicou que há anos tem tido dificuldades diversas no local, como problemas com pouca iluminação, locomoção precária e afetada em diversas ruas. Eliene contou que a primeira pavimentação ocorreu há mais de cinco anos, mas as ruas sofreram depreciações e intempéries, provocando buracos e rachaduras que escoam esgoto nas ruas.

 

“As pequenas crateras nas ruas acumulam sujeira, lixo e entulhos, além de comprometer a passagem habitual de veículos”, ressaltou Eliene Soares, acrescentando que a iluminação no local também é precária e que o bairro tem sido alvo de assaltos frequentes, intimidando os moradores a saírem à noite.

 

Semáforo em frente à delegacia

Ao apresentar a Indicação nº 270/2017, o vereador Ivanaldo Braz (PSDB) explicou que constantemente tem visto reportagens com acidentes envolvendo veículos e pedestres em todo o perímetro urbano. Os acidentes às vezes são causados por imprudência ou imperícia, onde sinalização adequada poderia solucionar o problema.

 

Em frente ao prédio da Delegacia de Polícia Civil, na Rua 119, Bairro Jardim Canadá, tem sido um ponto crítico de tráfego, tornando urgente a instalação de semáforo para pedestres e faixa horizontal de trânsito.

 

Portal de entrada

Já a vereadora Kelen Adriana (PTB) sugeriu a implantação de um portal de entrada na Rodovia PA 275, no perímetro de chegada da cidade.

 

Na Indicação nº 271/2017, a vereadora explicou que em diversas cidades existe como cartão postal o pórtico de entrada, ou seja, o portal de entrada. Assim, o município contará com uma obra símbolo.

 

Para a edificação do portal de entrada, a vereadora propôs a contratação de mão de obra local, para proporcionar mais uma fonte de renda à comunidade parauapebense.

 

Além do típico “seja bem vindo a Parauapebas”, Kelen sugeriu o acréscimo do título de “capital do minério”.

 

Quebra-molas e faixas de pedestres

Por sua vez, o vereador Horácio Martins (PSD) solicitou a sinalização adequada de quebra-molas e faixas de pedestres.

 

Horácio ressaltou que com o aumento do quantitativo de carros, motos e veículos pesados que transitam pela cidade é necessária a sinalização adequada com pinturas, faixas visíveis e placas em todos os quebra-molas e faixas de pedestres. Para o vereador, a ação é um mecanismo de acidentes constantes com condutores e transeuntes.

 

As medidas solicitadas pelos vereadores foram aprovadas por unanimidades pelo parlamento e serão encaminhadas à administração municipal.

 

Texto: Josiane Quintino / Revisão: Waldir Silva (AscomLeg)


Fim do conteúdo da página