Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Noticias Destaques do Plenário
Início do conteúdo da página

Concessão de auxílio aluguel para mulheres vítimas de violência e construção de escola são propostas por vereadora Raianny

Publicado em Quinta, 24 de Março de 2022, 09h34 | Voltar à página anterior

Duas proposições foram apresentadas pela vereadora Raianny Rodrigues (Pros) na sessão da Câmara Municipal de Parauapebas realizada na terça-feira (15).

Auxílio aluguel
Objetivando amparar as mulheres vítimas de violência doméstica, a vereadora propôs, por meio da Indicação nº 53/2022, a concessão de auxílio aluguel para elas.

Raianny relata na proposição que é crescente a violência contra a mulher, que pode ser física, moral, psicológica, sexual ou patrimonial, e muitas vezes levam até a morte.

“Em sua grande maioria, as vítimas não podem sair de casa por falta de condições financeiras e têm que se submeterem a todo tipo de violência e humilhação por parte dos seus companheiros e ex-companheiros. Portanto, esta indicação tem a finalidade de proporcionar a possibilidade de melhorarmos e darmos mais dignidade a essas mulheres que sofrem diariamente com tanta violência”, defendeu a vereadora.

Escola
Já na Indicação nº 54/2022, Raianny Rodrigues solicitou a construção de uma escola de grande porte no Bairro Nova Carajás.

A falta de segurança, a violência, o transporte e o horário noturno, visto que na sua grande maioria o ensino médio só é ofertado no período da noite, são os principais motivos apontados pelas famílias do Nova Carajás para que os filhos deixem de frequentar as escolas.

“Esta indicação tem por objetivo colocar os jovens do referido bairro na escola, uma vez que a evasão escolar na comunidade é muito grande. Em visitas e conversas com as famílias, percebemos essa necessidade, pois as unidades de ensino médio que existem ficam em outros bairros e muito distantes, o que acaba por desmotivar esses jovens a continuarem seus estudos”, justificou.

Encaminhamento
As duas indicações de Raianny Rodrigues foram aprovadas e enviadas para apreciação do Poder Executivo Municipal.

Texto: Nayara Cristina / Revisão: Waldyr Silva / Foto: Felipe Borges (AscomLeg 2022)

 

Fim do conteúdo da página